Quem Somos

O Núcleo Regional do Instituto Euvaldo Lodi, vinculado ao IEL Nacional, atua desde 1º outubro 1969 na promoção da integração das instituições de ensino e pesquisa com o setor produtivo do Estado, visando o aprimoramento da cultura de inovação, do espírito empreendedor e da competitividade das empresas.

Com o apoio de uma instituição cuja atuação abrange, há mais de 50 anos, todos os estados brasileiros, seja na oferta de capacitação empresarial e ações de estímulo à inovação do setor industrial ou no fortalecimento da prática de estágio, o IEL-PE desenvolve projetos que possibilitam a inserção das empresas no mercado com vistas ao aumento da competitividade.

O foco das ações do IEL-PE é antecipar as demandas do mercado, prospectando, analisando e monitorando suas tendências e, a partir daí, contribuir com o desenvolvimento de produtos e serviços que atendam a esses movimentos. Com esse objetivo, o Instituto estimula ações para o desenvolvimento setorial de coletivos empresariais e de cadeias produtivas, além de promover a inovação e o empreendedorismo e prestar assessoria e consultorias para o aperfeiçoamento da gestão empresarial.

Outro campo de atuação do IEL-PE é o da educação executiva. Com qualificação do capital humano das empresas brasileiras, iniciativa formata cursos para executivos, dirigentes e proprietários de empresas entrarem em contato com o que há de mais avançado no cenário internacional na área de capacitação e aperfeiçoamento em gestão.

Quem foi Euvaldo Lodi?

Primeiro presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Euvaldo Lodi era filho de imigrantes italianos e nasceu em 9 de março de 1896, em Ouro Preto (MG), onde se formou como Engenheiro Civil e de Minas, na Escola de Minas e Metalurgia. Também presidente da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (FIRJAN) por muitos anos, ficou na CNI até 1956, ano em que morreu.

Euvaldo Lodi trabalhou na construção de estradas, na exploração de minas de ferro e de carvão. Instalou altos fornos em Minas Gerais, fundou a Usina Gortix e a Companhia de Ferro Brasileira, da qual foi presidente por um longo período. Dirigiu também a Companhia Industrial de Ferro, de Belo Horizonte.

Em 1933, o industrial foi eleito representante da Assembleia Constituinte. Já em 1935, foi escolhido para ser deputado classista pela indústria, na Câmara Federal. Proclamado o Estado Novo e dissolvido o Congresso, Lodi perdeu seu mandato parlamentar e assumiu a segunda vice-presidência da Confederação Industrial do Brasil, durante a gestão de Roberto Simonsen. Assim, em agosto de 1938, Euvaldo Lodi e Roberto Simonsen transformam a Confederação Industrial do Brasil em Confederação Nacional da Indústria.

Durante o governo Getúlio Vargas, mais precisamente em 1941, o Ministro da Educação e Saúde, Gustavo Capanema, convocou Lodi, então presidente da CNI, e Roberto Simonsen, que presidia a Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (FIESP) para estudarem, junto com Valentim Bouças, a estruturação de um novo sistema nacional de ensino profissional capaz de solucionar as deficiências de mão-de-obra qualificada no Brasil. O documento final apresentado incluía a criação do Serviço Nacional da Indústria (SENAI), apontando para um futuro de cooperação das indústrias com o governo na formação de aprendizes e no aperfeiçoamento do operariado fabril.

Três anos depois, Euvaldo Lodi e João Daudt de Oliveira, então diretor da Metalbras, chefiaram a delegação brasileira na Conferência de Bretton Woods, nos Estados Unidos, com o objetivo de promover a organização econômica e financeira mundial após a vitória sobre os países do Eixo. Tal encontro daria impulso à formação do Fundo Monetário Internacional (FMI) e do Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento Econômico (BIRD). Por fim, em 1946, Lodi participou da delegação brasileira à Conferência de Paz de Paris, que acertou os termos do fim da Segunda Guerra Mundial.

Leia mais sobre a atual do IEL a nível nacional no site da Confederação Nacional das Indústrias (CNI) - http://www.portaldaindustria.com.br/iel/

Av. Lins Petit, nº 100 - 18º e 19º andar - Boa Vista | CEP 50070-230 | Recife - PE | FONE: 81 3334.7000 | Fax: 81 3334-7042/7043